Menu fechado

ABC vai ter “lockdown” a partir das 21h e ônibus municipais deixam de operar às 22h

Medida entra em vigor no sábado, 27.  Trólebus da Metra, linha 10 da CPTM e ônibus da EMTU funcionam. São Caetano do Sul e Ribeirão Pires não devem adotar as regras
A partir de sábado, 27 de fevereiro de 2021, o ABC Paulista vai adotar uma espécie de “lockdown” a partir das 21h. A medida vai durar até 07 de março.

A decisão foi tomada pelo Consórcio Intermunicipal do ABC.
Contudo, São Caetano do Sul e Ribeirão Pires não vão adotar as regras (veja a nota oficial mais abaixo).

Em entrevista ao Diário do Transporte, o presidente do Consórcio e prefeito de Santo André, Paulo Serra, explicou que todos os estabelecimentos, com exceção dos de saúde como hospitais e farmácias, terão de fechar as portas às 21h. A circulação de pessoas poderá ocorrer até às 22h.

Os ônibus municipais vão deixar de operar às 22h e deixarão as garagens de novo às 04h para estarem aptos a operar a partir das 05h.

A medida não abrange os transportes metropolitanos. Os ônibus e trólebus da Metra no Corredor ABD, os ônibus das linhas intermunicipais da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e os trens da linha 10-Turquesa da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos), que servem à região, vão operar.

“O transporte vai ser suspenso às 22h para dar tempo do trabalhador do comércio que vai ser encerrar às 21h poder ir até a sua residência. A partir das 22h terá fiscalização na circulação de pessoas e até às 04h o transporte coletivo fica suspenso” – disse

Com isso, os prefeitos adotam uma postura mais rígida ainda do que a anunciada pelo governador João Doria no início da tarde que decretou “toque de restrição” entre 23h e 05h em todo o Estado até 14 de março, podendo o transporte coletivo metropolitano (EMTU/Metra/CPTM/Metrô) operar neste período.

Uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) e o próprio governo do Estado permitem que os prefeitos tenham autonomia para adotar regras mais duras que as das administrações de nível superior (Estados e União), mas nunca regras menos rígidas.

De acordo com Paulo Serra, atualmente o nível de ocupação dos leitos de UTI, em média nas sete cidades é de 72%, mas há municípios, como Mauá e Ribeirão Pires que operam com quase toda a capacidade esgotada.

O ABC tem cerca de 2,5 milhões de habitantes e reúne as cidades de Santo André, São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

SÃO CAETANO DO SUL

A prefeitura de São Caetano do Sul informou, por meio de nota, que seguirá as determinações do Governo do Estado, de restrição das 22h às 05h

A Prefeitura de São Caetano do Sul informa que seguirá as medidas anunciadas nesta quarta-feira (24/2) pelo Governo do Estado sobre a restrição de circulação de pessoas das 23h às 5h, a partir de sexta-feira (26/2).

A cidade não adotará restrições adicionais (como definiu o Consórcio Intermunicipal ABC), tendo como base os dados epidemiológicos e a taxa de ocupação dos leitos de UTI e de enfermaria.

RIBEIRÃO PIRES

A Prefeitura de Ribeirão Pires esclarece que seguirá as orientações do Governo do Estado e reforçará a fiscalização noturna a fim de evitar aglomerações e festas clandestinas.

No entanto, diferentemente do que definiu o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC na tarde desta quarta-feira (24), Ribeirão Pires não irá alterar o horário de funcionamento do transporte público, uma vez que grande parte da população da cidade trabalha e estuda em outras localidades. O direito de deslocamento dessas pessoas que são obrigadas a cumprirem suas jornadas diárias não pode ser afetado.

Fonte: Diário do Transporte

Compartilhe:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *