Menu fechado

Ano Novo no Rio: metrô vai fechar mais cedo; saiba os detalhes do réveillon

Prefeitura traça estratégias para evitar aglomeração em pontos tradicionais da cidade, como a orla de Copacabana

A Prefeitura do Rio detalhou, em coletiva na manhã desta quinta-feira, a organização do réveillon 2022. Diferente dos anos pré-pandemia de Covid-19, não haverá programação de shows em nenhum dos dez pontos de queima de fogos na cidade. Para desestimular a ida de pessoas à orla de Copacabana, o prefeito Eduardo Paes destacou que não vai incentivar deslocamentos. A principal mudança será no esquema de transportes, com o fechamento do metrô às 20h do dia 31 e reabertura às 7h do dia 1º, proibição de circulação de ônibus coletivo no bairro e bloqueio de entrada dos fretados a partir de meia-noite do dia 30.

— Não podemos transformar a pandemia numa grande festa da hipocrisia. Ninguém pergunta todo dia como foi o ensaio da Mocidade, da Beija-Flor de Nilópolis ou da Unidos do Viradouro. O vírus não escolhe só a note do réveillon ou do Carnaval. Não sou fiscal de aglomeração — disse Paes ao afirmar que decidiu manter a queima com a orientação do Comitê Científico de Enfrentamento à Covid-19 (CEEC).

Metrô

As estações do metrô não vão estar abertas para embarque durante a madrugada do ano novo. No dia 31, o embarque nas estações será permitido das 5h às 20h, e os ônibus do metrô na superfície circulam entre 5h e 19h. No dia 1º as estações reabrem apenas às 7h e seguem até as 23h, e os ônibus do metrô na superfície operam das 7h às 22h30.

O MetrôRio informa que no dia 31, a transferência entre as linhas 1 e 2 será feita nas estações do trecho compartilhado (entre Botafogo e Central). E nos dias 1º e 2, a transferência será feita na estação Estácio. A concessionária ainda recomenda que os passageiros, se programem a fim de evitar imprevistos. 

Ônibus

A prefeitura confirmou que quanto aos ônibus o funcionamento será normal sem o reforço de linhas. A partir das 20 horas do dia 31, os coletivos não poderão entrar no bairro, e a rotina só será restabelecida no dia seguinte.

— Estamos fazendo o contrário dos outros anos. Desestimular as pessoas a ir para Copacabana. Pedimos para as pessoas não se deslocarem para a Copacabana porque não terão uma experiência agradável ao se deslocarem — disse o prefeito

O mesmo esquema será adotado para as linhas que circulam entre a orla da Barra e do Recreio. As que circulam pela Avenida Lúcio Costa não poderão fazê-lo a partir das 20h.

Com restrições ao transporte público para voltar para casa, quem quiser dormir nas areias da praia para dar bom dia ao sol na manhã do dia 1º, poderá fazê-lo, mas com restrições. O superintendente da Guarda Municipal, inspetor José Ricardo Soares da Silva, explicou que o código de posturas impede que sejam montadas barracas de camping nas areias.

— Isso será feito não apenas em Copacabana, mas também em outros pontos da orla.

No ordenamento urbano, outra estratégia será reforçar a fiscalização para a venda de produtos pelos ambulantes, iniciada no último domingo (26)

— Para evitar que guardem mercadorias na areia também faremos ações de madrugada com o apoio de retroescavadeira — disse o secretário de Ordem Pública, Brenno Carnevale.

Carros

Além da mudança de horário do metrô, haverá restrições de acesso à Copacabana com bloqueio do trânsito para carros a partir das 19h do dia 31 de dezembro, sendo permitido a moradores e hóspedes ingressarem no bairro até as 22h. Serão 28 pontos de bloqueio. A orla de Copacabana e Leme não terá estacionamento permitido a partir das 18h do dia 30 de dezembro, e 87 reboques irão atuar contra irregularidades. As regras também são válidas para carros de transporte por aplicativo.

Em Copacabana serão 16 minutos de fogos em 10 balsas por toda a orla. Serão 25 torres de som, em que cada artista criará uma obra inédita seguindo o tema do réveillon “Celebra a esperança”. As estruturas serão ambientes instagramáveis.

Fonte: O Globo

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *