Menu fechado

BH inicia vacinação de crianças contra a Covid-19 neste sábado; veja o cronograma

Neste sábado, a imunização será realizada, exclusivamente, em centros de saúde, das 8h às 14h.

A Prefeitura de Belo Horizonte vai iniciar, neste sábado (15), a vacinação de crianças contra a Covid-19. A imunização será realizada no dia, exclusivamente, em centros de saúde, das 8h às 14h.

De segunda a sexta-feira a vacinação é das 8h às 17h para pontos fixos e extras, e das 8h às 16h30 para pontos de drive-thru. Já os shoppings funcionam das 13h às 19h30. Os endereços podem ser verificados no portal da prefeitura.

Veja o calendário de vacinação em BH

Crianças com comorbidades e acamadas

No sábado, serão imunizadas crianças com comorbidades ou deficiência permanente, indígenas e quilombolas. Elas devem estar acompanhadas dos pais ou responsáveis e apresentar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina.

Caso o acompanhamento seja feito por terceiros, será cobrado um termo de autorização para a vacinação, disponibilizado no portal da prefeitura, preenchido e assinado pelos pais ou responsáveis.

Estão elegíveis para se vacinar as crianças com as comorbidades disponibilizadas neste link. A orientação da prefeitura é que as famílias apresentem um comprovante – como laudos, declarações, prescrições médicas ou relatórios médicos com descritivo ou CID da doença ou condição de saúde (emitidos em até 12 meses antes da data do cadastro) – assinado e carimbado, em versão original.

Já a partir próxima segunda-feira (17), será a vez da imunização das crianças acamadas ou com mobilidade reduzida. As equipes da prefeitura vão entrar em contato com as famílias daquelas que têm cadastro nos centros de saúde para o agendamento. A vacinação desses grupos será realizada ao longo da semana por equipes volantes.

Caso a criança não tenha cadastro, os pais ou responsáveis devem entrar em contato com a unidade mais próxima para agendar a imunização.

A ampliação da vacinação para as crianças sem comorbidades será feita de forma gradativa e de acordo com o quantitativo de doses repassado ao município. A ideia da prefeitura é implantar pontos de imunização em escolas municipais quando novas remessas forem entregues a BH.

A capital recebeu 10.880 doses da Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) nesta sexta-feira (14). A estimativa da prefeitura é que a cidade tenha 193 mil crianças na faixa etária de 5 a 11 anos.

Veja o cronograma dos próximos dias:

  • Dia 15/01, sábado: primeira dose para crianças com comorbidades, deficiência permanente, indígenas ou quilombolas de 11 a 5 anos, completos até a data da vacinação. É necessário levar documento de identificação com foto ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de endereço e cartão de vacina;
  • Dia 16/01, domingo: não haverá vacinação;
  • Dia 17/01, segunda-feira: início da aplicação da primeira dose para crianças acamadas ou com mobilidade reduzida de 11 a 5 anos completos, até a data da vacinação. A imunização será feita em domicílio; neste dia não haverá aplicação de vacina para nenhum outro grupo prioritário ou faixa etária. As equipes de saúde estarão empenhadas na aplicação de vacina das crianças acamadas ou com mobilidade reduzida;
  • Dia 18/01, terça-feira: aplicação da primeira dose para crianças acamadas de 11 a 5 anos completos, até a data da vacinação. A imunização será feita em domicílio; neste dia não haverá aplicação de vacina para nenhum outro grupo prioritário ou faixa etária. As equipes de saúde estarão empenhadas na aplicação de vacina das crianças acamadas ou com mobilidade reduzida;
  • Dia 19/01, quarta-feira: dose de reforço para pessoas de 53 e 51 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
  • Dia 20/01, quinta-feira: dose de reforço para pessoas de 49 anos, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; dose de reforço para pessoas de 19 anos, vacinadas com a CoronaVac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF;
  • Dia 21/01, sexta-feira: dose de reforço para pessoas de 18 anos, vacinadas com a CoronaVac, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF; repescagem de dose de reforço para grupos prioritários e faixas etárias já convocados, cuja data da segunda dose tenha completado 4 meses. É necessário levar o cartão de vacina, o documento de identidade e CPF.

Vacinas chegaram a MG nesta sexta-feira

O primeiro lote de vacinas pediátricas da Pfizer chegou a Minas Gerais às 9h44 desta sexta-feira (14). As 110 mil doses estavam previstas para desembarcar às 8h15 no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, mas o primeiro voo foi cancelado, o que atrasou a chegada.

Segundo a SES-MG, os imunizantes serão destinados à administração de primeira dose em 5,91% de crianças de 5 a 11 anos de idade.

A previsão é que até a próxima segunda-feira (17) todas as regionais do estado recebam as vacinas.

Na tarde desta sexta (14), Vespasiano, na Grande BH, terá uma vacinação simbólica de dez crianças.

Doses de reforço

Para que as pessoas possam receber a dose de reforço, é necessário apresentar documento de identidade, cartão de vacinação e ter recebido a segunda dose no prazo de pelo menos 4 meses.

Os chamamentos continuarão a ser feitos, mas a partir de quarta-feira, dia 19 de janeiro, se uma pessoa, independentemente da idade, já completou esse prazo, pode procurar um dos pontos de vacinação para tomar o reforço.


Fonte: G1 Minas Gerais

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.