Menu fechado

[BH] Reunião sobre redução do preço da tarifa de ônibus em BH termina sem acordo

A reunião entre representantes da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH), da Câmara Municipal e de empresas de ônibus sobre a redução de tarifas terminou sem acordo nesta última segunda feira.

A proposta do prefeito Alexandre Kalil (PSD) fo a redução de R$ 0,20 nos preços. A passagem mais cobrada custa R$ 4,50.

Segundo Kalil, ele vai custear a gratuidade da passagem e tarifa social com dinheiro guardado e garante de ônibus em BH vai ficar mais barata a partir de fevereiro de 2022, diz prefeito Alexandre Kalil
A ação vai depender de aprovação da Câmara Municipal. O dinheiro guardado que seria custeado pelo execultivo seria repassado todo mês para as empresas e, variaria, dependendo do número de passageiros que usarem o transporte público gratuitamente. A estimativa da prefeitura é que o valor gire em torno de R$ 12 milhões por mês.

Tanto a prefeitura, quanto o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros (Setra) confirmaram que não existe controle integral de quem tem direito a usar o transporte sem pagar. Uma nova reunião foi marcada para o dia 14 de fevereiro, quando a PBH deve apresentar os cálculos e valores da gratuidade.

Fonte: G1

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.