Menu fechado

Cadastre seu CPF no Bilhete Único até sexta-feira (16/7) para continuar colocando créditos


A SPTrans informa que, após o dia 16 de julho, o passageiro só poderá realizar recarga de créditos em cartões do Bilhete Único que tenham o CPF associado. Para vincular o documento, basta acessar o site da SPTrans nos links www.sptrans.com.br/trocabilhete ou http://sptrans.com.br/cadastro.

A partir de 1º de setembro de 2021 os cartões do Bilhete Único sem cadastro não serão mais aceitos para o pagamento da tarifa nos ônibus municipais.

Os Bilhetes Únicos que tiverem créditos excedentes, não serão perdidos, pois poderão ser transferidos para o cartão cadastrado no mesmo CPF ao qual ele for associado.

Como identificar se preciso trocar o cartão

Para saber se seu cartão faz parte desta regra, basta verificar se no verso do bilhete o seu número de identificação começa com os dígitos 59, 71 ou 110. Para saber se seu cartão já está associado a um CPF , consulte no link https://www.sptrans.com.br/consultabilhete utilizando o número do seu CPF ou do seu Bilhete Único.

Como associar seu cartão a um CPF:

Serão disponibilizadas as seguintes formas para associar o número do cartão a um CPF:

– No site da SPTrans por meio do link www.sptrans.com.br/trocabilhete, onde não é preciso fazer o login;
– No site da SPTrans por meio do link http://sptrans.com.br/cadastro, acessando com usuário e senha;
– Em um dos postos de atendimento da SPTrans nos terminais de ônibus municipais, cuja relação está disponível no site https://bilheteunico.sptrans.com.br/comumRecargaPostos.aspx

Calendário

Para quem tem o Bilhete Único sem cadastro, deve ser observado os seguintes prazos:
– Em 16 de julho: não serão aceitas recargas em cartão sem CPF associado. Passageiro deve fazer uma associação no site da SPTrans – http://www.sptrans.com.br/trocabilhete,
– Em 1º de setembro: não serão mais aceitas recargas em todos os cartões do Bilhete Único sem cadastro, com ou sem CPF associado;
– Os créditos remanescentes dos cartões sem cadastro serão transferidos para o cartão personalizado do titular, após sua emissão

Fonte: SPTrans

Compartilhe:

Comentários enviados

  1. vivaldo Soares Silva

    Infelizmente vcs, só sabe Complicar, a vida do trabalhador honesto , veja o exemplo,das gratuidades foram tiradas o subsídio arrancado a força. Aonde mais vcs vão atrapalhar nossas vidas. Muito obrigado

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *