Menu fechado

Confira as linhas de ônibus que deixam de circular em BH nesta quinta-feira

Oitenta e oito veículos da Viação Transoeste param de transportar os passageiros; mais 18 de outra empresa circular no domingo

Passageiros de Belo Horizonte atendidos pela Viação Transoeste devem buscar uma alternativo. A partir desta quinta-feira (13), a empresa interrompe as atividades e vai suspender a circulação de 88 veículos que rodam em 28 linhas. 

As regiões atendidas e que serão prejudicadas são Barreiro, Central, Área Hospitalar, Centro-sul, BH Shopping e Anel Rodoviário. Veja abaixo as linhas que param de trafegar na capital mineira nesta quinta-feira:

– 32 ESTACAO BARREIRO
– 35 ESTACAO BARREIRO/CENTRO
– 303 ESTACAO DIAMANTE / SANTA CECILIA VIA CASTANHEIRAS
– 304 ESTACAO DIAMANTE / JATOBA IV
– 305 ESTACAO DIAMANTE / MANGUEIRAS
– 308 ESTACAO BARREIRO / TIROL
– 309 ESTACAO DIAMANTE / BAIRRO PETROPOLIS
– 310 ESTACAO DIAMANTE / 3 E 4 SECAO
– 311 ESTACAO DIAMANTE / 3 E 4 SECAO
– 313 ESTACAO DIAMANTE / OLARIA
– 314 ESTACAO DIAMANTE/ESTACAO BARREIRO VIA SANTA HELENA
– 315 ESTACAO BARREIRO / BARREIRO
– 318 ESTACAO BARREIRO/JARDIM LIBERDADE VIA MILIONARIOS
– 319 VILA CEMIG/CONJ.ESPERANCA
– 325 ESTACAO BARREIRO / FLAVIO MARQUES LISBOA
– 329 ESTACAO BARREIRO / JATOBA
– 330 ESTACAO BARREIRO / INDEPENDENCIA
– 332 ESTACAO BARREIRO / MILIONARIOS – BONSUCESSO
– 335 ESTACAO BARREIRO / LINDEIA
– 336 HOSPITAL EDUARDO DE MENEZES / VILA BERNADETE
– 337 ESTACAO BARREIRO / ITAIPU
– 340 ESTACAO BARREIRO / VILA MANGUEIRAS
– 3029 REGINA / CENTRO
– 3055 ESTACAO BARREIRO/SAVASSI VIA BHSHOPPING
– 3250 ESTACAO DIAMANTE/BURITIS VIA PALMEIRAS
– 3350 EST.BARREIRO/EST.DIAMANTE

No domingo (16), outros 18 ônibus pertencentes ao Consórcio Dom Pedro II também param de trafegar. No entanto, o Setra ainda não informou quantas linhas serão afetadas. A quantidade de passageiros prejudicados com a medida também não foi divulgada.

Colapso

A falta de verba para comprar óleo diesel foi apontado como o principal motivo da suspensão. Em nota, o Setra informou que as empresas não têm “viabilidade financeira para contínua aquisição do insumo”. Em outro trecho do comunicado, ressaltou que a medida foi tomada por falta de “alternativa”.

“O SetraBH lamenta a crise e destaca que os maiores prejudicados serão os usuários que deixarão de ser atendidos pelas duas empresas. A entidade e os Consórcios Dez e Dom Pedro II estão em contato com o poder concedente (PBH) para viabilizar uma solução emergencial para a crise”, declarou.

Além de insumos como o óleo diesel, que vem sofrendo aumentos constantes, a entidade reforçou que “todo o sistema está com extrema dificuldade de manter os salários de seus funcionários em dia tamanho é o desequilíbrio econômico-financeiro dos contratos e os efeitos deletérios da pandemia no transporte público urbano em todo o país, com a redução gigantesca do número de passageiros”.

O Setra frisou que o “colapso” não tem relação com as chuvas que castigam Minas Gerais nem com fechamento de vários trechos de rodovias que cortam o Estado. “É falta de dinheiro”, sentenciou.

Procurada pela reportagem, a prefeitura declarou que foi informada “e está buscando uma solução para o problema de maneira que a população não saia prejudicada”. O prefeito Alexandre Kalil marcou uma reunião de urgência, nesta quinta, com representantes do Setra para discutir o caso

CRISE NO TRANSPORTE PÚBLICO

Além das duas empresas, o Setra declarou que, em breve, outras empresas também devem anunciar a suspensão das operações. “O Setra-BH e os Consórcios Dez, Pampulha, Dom Pedro II e BH Leste estão envidando os melhores esforços para uma solução urgente, mesmo tendo um contrato há muito desequilibrado econômica e financeiramente, na manutenção do serviço essencial à população”.

NOVELA

O valor da passagem de ônibus em BH foi queda de braço entre o município e as empresas. No fim do ano passado, após várias reuniões, Kalil anunciou que o bilhete terá redução a partir de fevereiro. O preço da principal tarifa passará de R$ 4,50 para R$ 4,30, entretanto, a proposta ainda precisa ser aprovada pela Câmara Municipal.

Veja as alternativas as linhas que deixaram de operar nesta quinta-feira (13/01)

No arranjo feito entre a PBH e o sindicato, a prefeitura vai assumir o pagamento das gratuidades no transporte público, orçadas em cerca de R$ 12 milhões por mês. Pelo acordo, o dinheiro sairá do caixa da prefeitura. Os detalhes de como isso será feito ainda não foram divulgados. 

Agentes da BHtrans estão liberando a catraca, juntamente com funcionários da Transfácil, de acesso ao ponto da Estação Diamante que dá acesso aos ônibus metropolitanos. Somente nas estações estão ocorrendo essa gratuidade. Usuários que pegarem as linhas na rua terão que pagar R$5,10.

Linha 305  – Os ônibus 1290 e 1260 são alternativa ao bairro do Vale do Jatobá.

308 e 329 – Pegar do lado de fora da Estação Barreiro a linha 3029. Vale lembrar que duas empresas prestam serviço dessas linhas e apenas uma não está operando.

309, 310 e 311: alternativa é o 1750 e 1770.

314 – Opções são 341 e 342

313 – A linha que leva ao bairro Olaria, próximo a Via do Minério, o ideal é utilizar o 342, 1730, 1740, 2730

32 e 35 – Opções é a linha 33 ou 3053

Fonte: Portal O Tempo

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.