Menu fechado

Fim da Greve da CPTM

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil (Sindcentral), que representa funcionários das linhas 1- Coral, 12 – Safira e 13 – Jade da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM), informou que houve acordo entre a categoria e o governo do estado de São Paulo para o fim da paralisação que atingia o funcionamento das linhas, e a greve foi encerrada por volta das 18h.

Segundo o sindicato, houve um acordo com o Secretário dos Transportes Metropolitanos, Alexandre Baldy, sobre o parcelamento do pagamento dos retroativos. A proposta oferecida previa o pagamento em 10 vezes a partir de 2022, mas o governo recuou e prometeu fazer os pagamentos em cinco vezes, proposta que foi aceita pela categoria.

O acordo foi fechado, diz o sindicato, após o governo se comprometer a não mais demitir 10 funcionários, cujo afastamento estava previsto.

Conforme a CPTM, as três linhas afetadas pela greve nesta terça transportam juntas mais de 560 mil passageiros em dias úteis.

Após o acordo, a companhia anunciou a desativação do Plano de Atendimento entre Empresas de Transporte em Situação de Emergência (Paese), sistema de emergência que utiliza ônibus para o deslocamento entre os trechos que não eram feitos pelas linhas devido à paralisação dos funcionários.

Por volta das 17h20 desta terça, as linhas 11- Coral e 12 – Safira operavam com trechos em deslocamento de ônibus. Já a linha 13-Jade estavam inteira inoperante e com o deslocamento sendo feito em todo o seu trajeto por ônibus.

O processo de funcionamento dos trens voltou a ser normalizado a partir das 18h20, segundo a CPTM. Segundo a CET, o trânsito não está acima da média nesta terça mesmo com a greve.

A paralisação foi decidida pelo Sindicato dos Trabalhadores em Empresas Ferroviárias da Zona Central do Brasil (Sindcentral), que representa funcionários das três linhas. Os trabalhadores pedem reposição da inflação e retroativo pago em agosto e setembro.

Em audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) nesta segunda (23), a CPTM ofereceu reajuste de 4% em agosto de 2021 e 6% em janeiro de 2022, com parcelamento do retroativo a partir de fevereiro de 2022.

Fonte: G1 SP

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *