Menu fechado

Manifestação da Lapa: Rodoviários demitidos da CSN fazem novo protesto na Estação da Lapa, em Salvador; grupo cobra pagamento de indenização

Manifestantes cobram indenizações e o pagamento de verbas de rescisão dos trabalhadores que não foram admitidos por outras empresas.

Um grupo de rodoviários, demitidos após a extinção do Consórcio Salvador Norte (CNS), que atuava no transporte público de Salvador, iniciou um protesto nas imediações da Estação da Lapa, na capital baiana, no final da manhã desta terça-feira (18). O grupo cobra o pagamento de indenização e os direitos trabalhistas.

O ato provoca grande congestionamento na região e se estende pelo Largo dos Barris. Segundo informações da Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), os veículos estão parados em frente ao terminal e passageiros precisam saltar dos veículos e caminhar até a estação.

Os trabalhadores dizem que após o fim da operação da CSN no sistema de transporte, parte dos profissionais foi admitida pelos dois consórcios em operação na cidade (OTTrans e Plataforma). No entanto, outros não foram contratados, nem receberam os pagamentos que deveriam.

“Ainda não recebemos rescisão e Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Estamos aqui até que a prefeitura se sente à mesa de negociação e diga quando esses valores vão ser pagos. Já se vão quatro meses, e nada. Muitos de nós estamos passando necessidade”, disse Jutahy Andrade, um dos rodoviários demitidos.

A Secretaria de Mobilidade de Salvador(Semob) informou que desde o primeiro momento do impasse entre os rodoviários e a empresa CSN, atuou para que a situação fosse resolvida o mais breve possível. Contudo, o pagamento das verbas trabalhistas é de responsabilidade da CSN.

Fonte: G1 Bahia

Compartilhe:

Comentários enviados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.