Menu fechado

Motoristas de ônibus de Belo Horizonte suspendem greve até sexta-feira (26)

Em audiência no TRT, empresas se comprometeram a apresentar proposta de reajuste a motoristas até o fim da semana

Os motoristas de ônibus de Belo Horizonte decidiram suspender a greve da categoria até a próxima sexta-feira (26). Com isso, os ônibus voltam a circular nas ruas da capital mineira amanhã, após dois dias de paralisação. Até lá, trabalhadores e os donos das empresas de ônibus tentam chegar a um acordo sobre a proposta de reajuste salarial dos motoristas.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário de Belo Horizonte (STTR), a greve pode ser retomada caso uma contraproposta não seja apresentada pelo sindicato patronal. As duas partes se comprometeram a avisar trabalhadores e empresas de ônibus sobre o retorno às atividades. 

O acordo foi feito em uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho da 3ª Região (TRT-3), na tarde desta terça-feira (23). A reunião, mediada pelo desembargador Fernando Rios Neto é a segunda realizada nesta semana. Ontem, trabalhadores e empresários não chegaram a um acordo sobre o reajuste salarial. 

Greve

A greve dos motoristas de ônibus de Belo Horizonte foi deflagrada à 0h desta segunda-feira (22) e afetou usuários em toda a cidade. De acordo com a prefeitura, menos de 30% da frota estava em circulação. Sem ônibus circulando nas ruas, passageiros tiveram que recorrer ao metrô e outros tipos de transporte, como carros de aplicativo e táxi. 

Reajuste

Motoristas de ônibus pedem reajuste de 9% sobre os salários mais o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INCP), além de aumento de R$ 454 para R$ 800 no vale-alimentação da categoria. Eles também querem que as empresas paguem um adicional por acúmulo de função, já que, com a demissão dos cobradores, os motoristas também passaram a executar essa função. 

Fonte: Portal Rádio Itatiaia

Compartilhe:

Comentários enviados

  1. Lucia Helena

    Eu apoio eles estão cobertos de razão tem qui fazer é isto mesmo se todo trabalhado reevindicasse seus direitos talvez o Brasil ainda teria geito né o Brasil não vai pra frente porque na verdade é eu querendo tira vantagem as custa do suor dos outros por min eles estão apoiados parabéns pela atitude deles

  2. jb.oliveira.mariana@gmail.com

    O. Reajuste. Nao pose ser menos de 50% pois a gasolina subiu. Mais de 80% so edte. Ano .tambem. O custo de vida esta a mais de 90% nas capitais do pais.

  3. Suely Ribeiro lobo da Conceição

    Na realidade os motoristas precisam fazer a greve,por que só assim pode fazer alguma coisa, só dando prejuízo,que resolve fazer alguma coisa, me atrapalhou a ir trabalhar, mas foi pra uma boa causa

  4. Marta Santos Machado

    Sou apoiadora da greve pois a maioria faz duas funções e não recebe por isso ,mesmo sendo eu prejudicada com a falta dos ônibus acho que eles devem receber todos os seus direitos sen enrolação pois são seres humanos trabalhando honestamente pra cumprir com o dever de cidadão pai de família filho esposa todos tem seus direitos e deveres então devem fazer isso mesmo mas creio que nem assim. Conseguem o que lhe por direito, esse é nosso Brasil.

  5. Glaucia Maria meireles

    Concordo com a greve dos motoristas pq eles tem sim que reivindicar seus direitos trabalhista sendo eles forçados a trabalhar em dupla função agora quando for fazer greve faça direito sem prejudicar os usuários dos ônibus se é PR parar então para tudo não coloca em risco a vidas das pessoas pq nem todo mundo tem recurso pra ficar pegando Uber ou táxi

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *