Menu fechado

Por causa de greve de ônibus, metrô de BH amplia número de trens a partir de amanhã

Rodoviários recusam proposta das empresas de ônibus e voltam a cruzar os braços a partir de 0h desta quinta-feira (2)

A Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU) anunciou, nesta quarta-feira (1º), que, devido à retomada da greve dos rodoviários de Belo Horizonte, irá aumentar o número de carros e, dessa forma, reduzir o tempo de espera dos usuários nas estações. 

De acordo com a companhia, no horário de pico, cujo intervalo entre as viagens varia entre 7 e 10 minutos, poderão ser ofertados trens acoplados (oito carros) em vez dos trens simples (que possuem quatro carros). 

As bilheterias do metrô funcionam de 5h40 às 23h e as estações abrem às 5h15, para quem já possui cartão ou bilhete do metrô.  

Greve

Os motoristas de ônibus prometem realizar uma nova greve a partir de 0h desta quinta-feira (2). Eles recusaram as propostas feitas pelo Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Belo Horizonte (Setra-BH).    

Em entrevista à Itatiaia, o presidente do Sindicato dos Rodoviários de Belo Horizonte e região (STTRBH), Paulo César, já havia adiantado sobre a realização da greve.  

No período da manhã, uma assembleia para decidir se aprovam ou não às propostas feitas pelo patrão foi realizada. Foram 29 votos contra e 24 a favor. Os votos seriam somados com os obtidos na assembleia nesta tarde.   

Segundo a categoria, a proposta foi de aumento de 9% no salário, porém eles querem também a correção da inflação, medida pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC), além de um intervalo máximo de 30 minutos entre as viagens.  

Fonte: Portal Rádio Itatiaia

Compartilhe:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.