Menu fechado

Transporte público de SP deixará de aceitar 2,6 milhões de Bilhetes Únicos anônimos a partir de setembro

A cidade de São Paulo deixará de aceitar 2,6 milhões de Bilhetes Únicos no transporte público, a partir de 1º de setembro. Para serem utilizados, os cartões devem apresentar o nome do usuário e o número de CPF ou RG.

Segundo a SPTrans, empresa responsável pelo transporte coletivo na capital, o objetivo da medida é evitar fraudes e combater a venda ilegal de passagens, na qual são usados bilhetes anônimos.

Os usuários com cartões que tenham número de identificação iniciado por 59, 71 ou 110 deverão fazer um cadastro na SPTrans, em qualquer guichê de atendimento ou pelo site da empresa, associando seu CPF ao bilhete sem identificação.

Caso o procedimento não seja realizado até 16/07, o usuário não conseguirá mais recarregar bilhetes desse tipo, mas poderá utilizá-los enquanto tiverem crédito.

Se tiver se cadastrado, a pessoa conseguirá efetuar recargas em seus cartões anônimos até 01/09, quando a operação será suspensa para todos.

Fonte: G1

Compartilhe:

Comentários enviados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *